Instagram

Zenfone Selfie possui Tecnologia Qualcomm Quick Charge 2.0

15:50

Pessoal, Boa tarde!

Para não escrever bobagens como li em vários sites que pesquisei, fui atrás das fontes para entender e tentar explicar por aqui o motivo do carregamento da Bateria do Zenfone Selfie ser mais rápida que de alguns aparelhos de valores até mais elevados que ele. Em alguns lugares li que o BoostMaster era o nome dado pela Asus ao Quick Charge, em outros li que o BoostMaster era disponível apenas para a versão de 32GB do Zenfone 2, em outros li que o Quick Charge não estaria disponível para o Zenfone Selfie, então resolvi pesquisar os sites da Qualcomm, empresa desenvolvedora dos processadores Snapdragon e do site da Própria Asus e com todas as informações e pesquisa de conteúdo de alguns outros sites, entendi o seguinte.

O carregamento não tem nada em relação à bateria, pois a mesma só receberá a carga. Lembrando que o Zenfone Selfie vem com Bateria de 3.000 mAh, removível, podendo chegar até 36 horas de carga, claro que dependendo do uso, sendo que no geral, com um uso normal, é possível passar o dia todo com seu celular sem precisar recarregar, mas, se precisar desta carga, ai vem a boa notícia, por contar com o Processador Snapdragon 615, o Zenfone selfie é compatível tanto com o Qualcomm® Quick Charge™ 1.0, quanto com o Qualcomm Quick Charge 2.0 (mais a frente colocarei a explicação da própria Qualcomm quanto ao que significa e como funciona esta tecnologia), possibilitando uma recarga total em cerca de 50 minutos. Aproveito para dizer que, conforme pesquisei, o BoostMaster é uma tecnologia semelhante à Quick Charge, porém disponível apenas, por enquanto, para o Zenfone 2 e que, para seu funcionamento, depende de um carregador específico, que só é disponibilizado pela Asus na versão de 32GB.

Qualcomm explica como funciona sua tecnologia Quick Charge 2.0
Com a vida da bateria ainda lutando para acomodar as necessidades dos usuários de smartphones mais pesados, reduzir o tempo de carregamento é a próxima missão das fabricantes. A Tecnologia de carregamento rápido da Qualcomm pretende fazer exatamente isso. A última versão 2.0 permite carregar até 75 por cento mais rápido do que os dispositivos de carregamento normais, onde você pode carregar seu smartphone com até 60 por cento de carga em apenas 30 minutos.

O Quick Charge 2.0 está disponível para todos os SoCs mais recentes da Qualcomm, o que significa que a maioria de nós deve ser capaz de se beneficiar de velocidades mais rápidas de recarga. Mas, você deve estar se perguntando: como isso afetará a sua bateria?

Antes de começar, uma breve nota sobre as baterias em geral. Essencialmente, as baterias são carregadas pela corrente entregue a elas pela fonte de alimentação. Aplicando corrente adicional em um conjunto de tensão da bateria que resulta em mais energia, o que pode acabar acelerando o processo, mas também requer componentes mais robustos de carga que podem suportar níveis de potência elevados. Especificações com valores de amperes diferentes em adaptadores de carregamento acabam modificando o tempo que leva para carregar o seu telefone, mas não há um limite máximo para a quantidade de corrente que pode ser empurrada pelo carregador.]

Dispositivos que recebem carga, como smartphones e tablets, incluem circuitos reguladores que irão limitar a corrente de recebida para evitar a dissipação térmica em excesso e, portanto, dano potencial. Fontes de carregamento, como adaptadores de rede elétrica, levam energia da rede convertendo-a em uma forma que normalmente não excede as especificações máximas do dispositivo que está sendo cobrado. Com smartphones, o adaptador tem uma fonte AC de alta tensão que converte a carga para 5 volts DC com um montante máximo de consumo de corrente;

A tecnologia Quick Charge 1.0 da Qualcomm foi projetada para maximizar a eficiência de carregamento para até 10 watts de potência, permitindo uma corrente máxima de 2 amperes através de um adaptador USB ou porta de voltagem padrão de 5 volts. Já a versão 2.0 permite um nível ainda maior de transferência de energia entre a fonte de alimentação e o dispositivo inteligente, até um máximo de 36 watts em determinados cenários. A Qualcomm divide sua tecnologia 2.0 em duas classes, A e B. Estamos mais interessados na classe A, que se aplica aos smartphones, tablets e outros eletrônicos portáteis.

As especificações para Classe A permitem que uma corrente máxima de carregamento possa chegar até a 3 amperes, dependendo da fonte. Um carregador típico de smartphone poderá alcançar até 5 volts, e com 3A de impulso de corrente de carga, e o Quick Charge 2.0 pode entregar até 15 watts de potência.

Dispositivos da Classe A também podem trabalhar com 5, 9 ou 12 volts, portanto, a segunda geração da tecnologia oferece maior flexibilidade. A gama de tensões mais altas significa que um único carregador pode trabalhar com uma ampla gama de dispositivos e também garante um desempenho de alta qualidade, reduzindo o impacto de eventuais perdas de tensão que aparecem ao longo de grandes distâncias de cabos longos ou cabos de baixa qualidade

Tanto o Quick Charge 1.0 quanto o 2.0 são compatíveis um com o outro, o que significa que você pode usar um dispositivo desenvolvido com a tecnologia 2.0 usando um carregador 1,0. No entanto, apenas um dispositivo 2.0 é compatível com carregador 2.0, que permitirá oferecer até 3 amperes de potência ou até mais.

Por que preciso de um novo adaptador de energia?
Se você verificar a classificação atual do adaptador de rede que veio com seu smartphone, você provavelmente vai descobrir que ele é avaliado com qualquer valor entre 1 e 2 amperes, dependendo de sua idade. O Quick Charge 2.0 pode oferecer um carregador de no máximo 3A, então você vai precisar de uma fonte de energia capaz de produzir uma maior quantidade de corrente do que o seu carregador de telefone típico.

O Quick Charge 2.0 tecnicamente trabalha com qualquer adaptador USB capaz de produzir 3A ou mais de 5 volts e simplesmente limita a corrente para o máximo permitido. Como dissemos antes, aparelhos compatíveis com a versão 1.0 serão limitados a máximo 2A mesmo mesmo que estejam conectados em uma corrente de 3A. Este, no entanto, não é um problema para os dispositivos habilitados com a tecnologia Quick Charge da Qualcomm.

Bom pessoal, para finalizar, informo que o Carregador que vem junto com o Zenfone Selfie já é adaptado para a tecnologia  Qualcomm Quick Charge 2.0, portanto na compra dela não haverá necessidade de um novo adaptador para aproveitar esta tecnologia.

Espero que tenham gostado e ficamos a disposição para sugestões e dúvidas.

Um grande abraço e até o próximo post!


Se gostou clique no G+ 1 e compartilhe com os amigos

7 comentários

Comente Aqui