Instagram

Roupas para todos os tamanhos Por: Aline Figueiredo

18:51

Olá pessoal, tudo bem?
No post de hoje resolvi falar sobre ser uma pessoas normal, com tamanho diferente do padrão de hoje. Muitos pensam que por sermos gordinhos, não nos exercitamos. Afinal quem vai olhar para uma pessoa acima do peso e pensar: essa pessoa se excita diariamente.
Eu mesma já tive muitos pré-conceitos, tanto que nem falava sobre meu corpo e me sentia chateada só alguém ficar me olhando. Pensava: esta pessoa esta me olhando muito, deve ser por que sou gorda e feia. Só que espera ai, sou feia só por que estou fora de um padrão inexistente? Desculpe, mas desde quando estar acima do peso é ser infeliz como já li MUUUUIIIITOOOOO por ai... Não sou infeliz, tenho uma casa linda, família que sempre está ao meu lado, roupa, cama, emprego e ainda tenho a oportunidade de ter um blog para me expressar do meu modo.


Sou uma Mulher de 1,82 altura, e estou acima do peso sim. Mas, não por que eu quero ser gordinha.
Nasci bem pequena e magricela, mas meus ossinhos eram maiores que o normal de recém nascido. Sabe por que? Meu pai é alemão de 1,96 e mais de 120 kg. Tenho tudo dele, minha mãe diz que até as partes mal feitas são iguais.
Mas desde pequena faço academia, natação e vôlei. Durante muito tempo mantive um corpo magro até, mas NUNCA tive meu IMC do modo que é indicado e nem por isso sou terrível, monstruosa.
minha alimentação é balanceada, como frutas, verduras, legumes e proteínas diariamente. Suco verde eu amo, minha mãe que é super magra ODEIA, não chega nem perto. E posso dizer com convicção que sou muito mais saudável que ela!!!
Nos finais de semana misturo minha rotina de semana e as vezes como fora com meu amor. Mas, não esqueço de me cuidar na alimentação.
Ai, final de 2013 quando me peguei deprimida, fui correndo ao psiquiatra(que é o único que pode dar receita), e comecei a falar tudo o que sentia e chegamos a uma conclusão chata. Tenho depressão e ansiedade, misturinha bacana esta, não é?
Aí fui ao endócrino e vi que tenho uma alimentação super boa. E mudou pouca coisa do que já comia.
Ele me contou que por ser muito ansiosa, tenho problemas para dormir direito isso ajuda a engordar mesmo que sem comer besterias. Desde então fui fazendo minha rotina mudar, e ai sim comecei a me aceitar como sou.

Hoje me acho LINDA sim, e quem me disser ao contrário vai ter que pagar minhas contas. Cansei de ser quem não sou por conta de uma sociedade cheia de achismos. Agora sou a Aline, cheia de idéias legais que se sente mais linda a cada dia. Que tem pessoas que realmente importam ao lado, e que não preciso de pessoas que não conheço me dizendo o que, por que, e como devo me vestir. A única coisa importante é: comer direito sem exageros, exercitar-se muito, ir ao médico para verificar com quem sabe o que faz se está tudo bem, e sentir-se linda (o), não importar-se com comentários que não vão lhe fazer crescer e ai sim tudo vai dar certo.
Beijinhos e até os próximos posts.

Se gostou clique no G+ 1 e compartilhe com os amigos

0 comentários

Comente Aqui